X

Vanderweghe nega ser arrogante e afirma que WTA não protege jogadoras

Sábado, 13 de janeiro 2018 às 22:59:52 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A tenista americana Coco Vanderweghe, 10ª do mundo, semifinalista do Australian Open ano passado, negou ser uma tenista arrogante e afirmou que a cúpula da direção da WTA, a Associação das Tenistas Profissionais, não dá bola para as jogadoras.



“Quem diz que sou arrogante é o maior equívoco que há sobre mim. Não me considero arrogante quando estou perto das pessoas, mas vejo as pessoas me chamarem de arrogante. Não consigo perceber. Não me faz sentir bem, mas, afinal de contas, o que as pessoas dizem não me afeta. Isso acontecia quando eu tinha 13 ou 14 anos, como qualquer pessoa”.

Sobre o WTA, Vandeweghe não tem propriamente elogios a fazer. “O WTA deveria unir as jogadoras, mas enquanto o circuito evoluiu tornou-se outra coisa qualquer. É um negócio, eles procuram torneios e patrocinadores, que é a função deles do ponto de vista do negócio, mas não há ninguém para proteger as jogadoras”, atirou a jogadora de 26 anos.