X

Economista carioca vence seletiva brasileira de game virtual de Roland Garros

Segunda, 16 de abril 2018 às 22:08:29 AMT

Link Curto: http://bit.ly/2vmhHTi

Tênis Profissional

O economista carioca Rogerio Corrêa será o representante do Brasil na final do RG eSeries by BNP Paribas, campeonato virtual de tênis, que será disputado em Paris, na França, no dia 25 de maio. Rogério foi o campeão da eliminatória nacional realizada no final da tarde deste domingo (15), no Wasd E-Sports Bar, em Belo Horizonte (MG).



Na decisão, ele venceu Murilo Castro, de São Paulo, por 6/3 e 6/3, e ganhou como prêmio uma viagem a Paris, com tudo pago, para participar do BNP Paribas Open de France, dentro da programação do segundo Grand Slam do ano, Roland Garros. A competição marca a estreia do mundo do tênis no e-Sports.

Participaram da eliminatória nacional 26 competidores, representando Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. A etapa foi realizada em versão de demonstração do game Tennis World Tour, que será lançado no dia 22 de maio, com versões para PlayStation 4, Nintendo Switch, Xbox One e PC. Os participantes eram maiores de 18 anos e disputaram uma chave com repescagem, ou seja, os perdedores de primeira rodada tinham nova oportunidade, enquanto os vencedores seguiam na chave.

"Me inscrevi no torneio no ínicio do mês e tive oito dias para treinar usando o game top spin 4, sempre após o trabalho, e torcia para o jogo ser parecido. Eu nunca tinha participado de um torneio de games", explicou Rogerio, 36 anos, que trabalha como inspetor na CVM - Comissão de Valores Mobiliários.

Ele perdeu o primeiro jogo, por 6/1, e foi para a repescagem. Depois, ganhou nas oitavas por 6/0, nas quartas de final por 6/1 e na semifinal por 6/0, para garantir lugar na final contra o paulista Murilo, que também viajou para Belo Horizonte especialmente para o torneio.

"Fui ganhando confiança ao longo da competição e meu jogo foi crescendo. Entrei como azarão na final, pois vinha da chave de repescagem. Sensação incrível de representar o Brasil agora em Paris contra os melhores do mundo. Assim como os outros qualificados, devo ter acesso ao game para poder treinar. Não posso me dedicar tanto aos treinamentos, por causa do trabalho. Vou ter que fazer como o Roger Federer, atualmente treinando menos e melhor. Meu sonho em Paris é conhecer o meu ídolo Guga Kuerten e agradecer tudo que ele fez e continua fazendo pelo nosso esporte", afirmou Rogerio.

"Por influência do meu pai, Sergio, eu joguei um pouco de tênis convencional quando criança. Por volta de 2012, comecei a praticar o game top spin 4, considerado a antecessor do tennis world tour, como brincadeira. Nunca mais tinha tocado em vídeo games, acompanhava apenas o crescimento dos eSports pela mídia e sempre pensava que na minha época não existia isso. Por volta de 2016 conheci minha esposa Janine e sua família, que tem um histórico muito forte no tênis carioca, e isso reacendeu minha paixão pelo esporte. De lá para cá venho treinando na academia Lob e no Tijuca Tenis Clube e competindo nos circuitos amadores de veteranos no Rio. O top spin4 e o tennis world são verdadeiros simuladores de tênis e jogar o tênis convencional me ajudou muito na parte tática e adaptação ao piso de saibro", completou Rogerio.

Daniel Brooke, um dos sócios do WASD, destacou a importância da competição. "Super legal poder realizar o campeonato do RG eSeries by BNP Paribas. Foi para eventos como este que eu e meus sócios - Lucas, Rafael e Rodrigo - abrimos o bar. Certamente fez história no Wasd. Vai ser difícil superar a sua premiação", comemorou Daniel, 34 anos, sociólogo, que hoje se dedica ao bar e à paixão por esportes eletrônicos.

O RG eSeries by BNP Paribas é uma iniciativa da organização do torneio Roland Garros e da Federação Francesa de Tênis. As eliminatórias estão sendo disputadas entre o final de março e o começo de maio e são realizadas, além do Brasil, na Alemanha, Bélgica, China, França, Grâ-Bretanha, Itália e Índia.


O torneio real terá transmissão ao vivo do Bandsports no fim de maio.