X

Tenista canadense se diz vítima de racismo

Quinta, 17 de maio 2018 às 10:32:06 AMT

Link Curto: http://bit.ly/2rPGsT4

Tênis Profissional

A tenista canadense Françoise Abanda utilizou suas redes sociais nesta quarta-feira para expor sua opinião acerca de uma questão delicada: racismo no esporte. Segundo a tenista, ela não recebe a atenção devida por ser negra.



Atual número 128 do mundo, aos 21 anos de idade, Abanda fez a declaração abertamente no Twitter em resposta a um seguidor, que se indagou o motivo pelo qual a tenista não receberia a mesma atenção dos canadenses que a ex-top 10, Eugenie Bouchard.

“Nunca receberei o mesmo tratamento porque sou negra! Essa é a verdade!”, bradou a tenista em seu Twitter pessoal. A declaração não foi muito bem recebida por alguns seguidores, que reforçaram os resultados obtidos por Bouchard em 2014, quando figurou entre as 10 melhores do mundo.

 


 

Procurada pelo portal italiano Ubitennis, a tenista reforçou sua opinião. “Nunca receberei o mesmo tratamento que uma jogadora branca. Tenho vivido o racismo desde pequena e posso citar milhares de exemplos”.

Abanda ainda relembra o episódio em que sofreu uma concussão durante a Fed Cup e, segundo alegou, teria recebido menos atenção da imprensa canadense do que Eugenie Bouchard, que passou por algo parecido durante o US Open.

“Nenhum meio de comunicação falou sobre o que aconteceu comigo. Não peço que não deem atenção a uma grande estrela, mas que tenham um mínimo de atenção com uma tenista profissional, algo que eu sinto que não recebo. Quero promover a igualdade”, declarou a tenista.