Voltar   Forum Tenis News > Materiais e Físico > Equipamento de Tênis


Antigo 05-12-2016, 22:33   #21
emersonldc
Membros
 
Data de Entrada: Nov 2014
Mensagens: 90
Padrão

Em janeiro agora sai a nova Pure Strike 18x20 , a VS e a VS Tour 16x20 com 320g acredito que seja para substituir a pure control tb ! Assim como ja relançaram a aero storm tour como pure aero VS tour .
emersonldc está offline   Responder com Quote
Antigo 19-12-2016, 22:52   #22
DuduFluzao
Membros
 
Data de Entrada: Mar 2015
Mensagens: 59
Padrão

Depois de testar mais de 7 raquetes em aproximadamente 2 anos creio que minha busca chegou ao fim. Duas semanas de uso e não vejo sinceramente ponto fraco na nova pure strike 16 x 19. Muito fácil de manobrar, excelente no saque, slices e voleio são precisos. Em comparação com a Aeropro/Pure Aero ela só perde no spin (embora não ache que ela peque nesse aspecto). Em termos de potência ficaria no meio termo entre pure control e pureaero/pure drive. Dá pra atacar de direita sem muito receio de jogar a bola fora. Quanto a rigidez, diria que não é flexível - como aliás todas as babolat e nem muito dura quanto a pure drive. Enfim, pro meu jogo pelo menos casou muito bem, achei espetacular. Talvez, aqui, pelos menos, as altíssimas notas da tw não estejam longe da realidade.
DuduFluzao está offline   Responder com Quote
Antigo 09-03-2017, 11:36   #23
eliezer_martins
Membros
 
Data de Entrada: Dec 2009
Mensagens: 7
Padrão

Joguei 2 horas com a nova Pure Strike ProjectOne7 e, claro, ainda é MUITO pouco tempo para poder avaliar, mas já tenho uma primeira impressão.
Há pessoas que vão amar e outras, talvez, detestar! E isso depende muito do perfil, background do jogador, empunhadura que ele usa...
Explico: para quem está acostumado com a rigidez comum das Bobolat de cabeça 100 (PureDrive, Aero), ou com uma Yonex DR100 ou uma Wilson Burn se sentirá em casa com ela!
Vão achar uma raquete fácil de jogar (com potência), mas muito mais manobrável - principalmente para o backhand de 1 mão.
Para aqueles que jogam com uma Yonex DR98, Duel G ou Prince, ou seja, raquetes da linha flexível, devem estranhar um tanto!
Estes deverão "sentir" menos a bola na corda e a princípio menos controle no fundo pela potência maior. Todavia, controle direcional e voleios são muito bons.
Entenda que "estranhar" não significa necessariamente odiar, assim como o "sentir em casa" não significa querer casar com ela.
Como toda raquete, avaliei aspectos POSITIVOS e NEGATIVOS se comparado com a minha atual que tem um formato de cabeça pouco diferente, mais arredondado (Wilson ProStaff 97LS com peso no aro e no cabo e hoje total 324 gr e balanço com corda de 31.8cm).
A ProjectOne7 testada (com 326gr encordoada, +overgrip e balanço de 32.5cm) surpreendeu de forma positiva na estabilidade, slice, jogo de rede e também nas bolas devolvidas (defensivas) chapadas! É uma raquete muito fácil de se passar a bola (muitos "jogadores de clube" vão amar isso).
Com a corda que estava (uma Multifilamento da Babolat) senti um conforto total! E ainda apliquei muito mais winners do que consigo habitualmente, graças a potência extra, bom controle direcional e o vôo MAIS RASANTE da bola (com relação a Wilson 97LS).
Ponto no qual eu não me adaptei ainda (muito pouco tempo de teste) é no controle de fundo de quadra! Senti esta diferença por conta da ligeira diferença no sweetspot, rigidez e nível de potência.
Este controle para não estourar no fundo de quadra (ou na tela.. rs), é algo que pesa muito na minha avaliação e decidir se vale a pena a troca de raquete ou não! Por isso, é preciso muita parcimônia na avaliação.
Eu concluo que ainda preciso ajustar um pouco o movimento do meu punho e movimento da terminação para carregar mais spin (depois de 1 semana parado) e assim, manter mais a bola dentro, trabalhando basicamente o spin!
Para fechar... não acho que a avaliação da TennisWhare esteja de toda errada não, que seja puro de marketing! Contudo, é fundamental levar em consideração o PERFIL de raquete e de jogo preferido de cada avaliador!
Em breve, postarei novas considerações a respeito da ProjectOne7 já com cordas novas (substitui as cordas de multifilamento 1.30 por co-polímero (WeissCannon Scorpion 1.22 em 47lbs) e penso que isso deva fazer diferença considerável na jogabilidade.
Vamos ver!
eliezer_martins está offline   Responder com Quote
Antigo 09-03-2017, 12:11   #24
vnperuzzi
Membros
 
Data de Entrada: Dec 2015
Local: Rio Claro, SP
Mensagens: 32
Padrão

Citação:
Postado originalmente por eliezer_martins Ver Mensagens
Joguei 2 horas com a nova Pure Strike ProjectOne7 e, claro, ainda é MUITO pouco tempo para poder avaliar, mas já tenho uma primeira impressão.
Há pessoas que vão amar e outras, talvez, detestar! E isso depende muito do perfil, background do jogador, empunhadura que ele usa...
Explico: para quem está acostumado com a rigidez comum das Bobolat de cabeça 100 (PureDrive, Aero), ou com uma Yonex DR100 ou uma Wilson Burn se sentirá em casa com ela!
Vão achar uma raquete fácil de jogar (com potência), mas muito mais manobrável - principalmente para o backhand de 1 mão.
Para aqueles que jogam com uma Yonex DR98, Duel G ou Prince, ou seja, raquetes da linha flexível, devem estranhar um tanto!
Estes deverão "sentir" menos a bola na corda e a princípio menos controle no fundo pela potência maior. Todavia, controle direcional e voleios são muito bons.
Entenda que "estranhar" não significa necessariamente odiar, assim como o "sentir em casa" não significa querer casar com ela.
Como toda raquete, avaliei aspectos POSITIVOS e NEGATIVOS se comparado com a minha atual que tem um formato de cabeça pouco diferente, mais arredondado (Wilson ProStaff 97LS com peso no aro e no cabo e hoje total 324 gr e balanço com corda de 31.8cm).
A ProjectOne7 testada (com 326gr encordoada, +overgrip e balanço de 32.5cm) surpreendeu de forma positiva na estabilidade, slice, jogo de rede e também nas bolas devolvidas (defensivas) chapadas! É uma raquete muito fácil de se passar a bola (muitos "jogadores de clube" vão amar isso).
Com a corda que estava (uma Multifilamento da Babolat) senti um conforto total! E ainda apliquei muito mais winners do que consigo habitualmente, graças a potência extra, bom controle direcional e o vôo MAIS RASANTE da bola (com relação a Wilson 97LS).
Ponto no qual eu não me adaptei ainda (muito pouco tempo de teste) é no controle de fundo de quadra! Senti esta diferença por conta da ligeira diferença no sweetspot, rigidez e nível de potência.
Este controle para não estourar no fundo de quadra (ou na tela.. rs), é algo que pesa muito na minha avaliação e decidir se vale a pena a troca de raquete ou não! Por isso, é preciso muita parcimônia na avaliação.
Eu concluo que ainda preciso ajustar um pouco o movimento do meu punho e movimento da terminação para carregar mais spin (depois de 1 semana parado) e assim, manter mais a bola dentro, trabalhando basicamente o spin!
Para fechar... não acho que a avaliação da TennisWhare esteja de toda errada não, que seja puro de marketing! Contudo, é fundamental levar em consideração o PERFIL de raquete e de jogo preferido de cada avaliador!
Em breve, postarei novas considerações a respeito da ProjectOne7 já com cordas novas (substitui as cordas de multifilamento 1.30 por co-polímero (WeissCannon Scorpion 1.22 em 47lbs) e penso que isso deva fazer diferença considerável na jogabilidade.
Vamos ver!
Olá amigos. Há duas semanas trouxe a nova Pure Strike 98 16x19 para testar e ver se os comentário e o alvoroço nos EUA era verdade. Estou citando a avaliação do amigo, pois após os testes concordo praticamente em todos os itens com ele. Eu jogo com a Yonex DR 98, peguei essa raquetes por ter uma lesão no ombro, e foi uma maravilha, não tive mais dores com ela. A Strike, não possui a mesma flexibilidade e maciez, mas não fica muito atrás não, com certeza é muito mais macia do a versão anterior. Até agora meu ombro não mostrou sinais de dores ou incômodo. Eu quis testar, pois a DR 98 é um pouco lenta pra mim, eu sinto a necessidade de uma raquete mais rápida, e com certeza a Strike é. O Sweetspot é menor do que o da Yonex, porém um pouco mais de potência. Voleios e devoluções com a Strike ficaram bemmm mais fáceis, no entanto, ainda estou tentando achar o meio termo entre potência e controle no forhand.
Conclusão: Não sei se farei a troca de raquetes, faltam muitos testes ainda, mas trata-se de uma boa raquete, e que vale a pena conhecer. É claro que essas análises variam de pessoas e de estilo de jogo, esses foram os primeiros feedbacks que eu tive com a raquete. Sou um jogador de 34 anos, jogo 4 ou 5x por semana, estilo de jogo mais agressivo com subidas a rede. Espero ter ajudado!!!!
PS: estou utilizando Sigma Tornado 1,23 | Babolat Poweregy 1,35 - 52 lbs.
__________________
"Seja mais forte do que a sua melhor desculpa"

2x Yonex Dr 98 - Sigma Tornado 1,23 | Babolat Poweregy 1,35 - 50 lbs
2x Babolat Pure Strike (Project one7) - Sigma Tornado 1,23 | Babolat Poweregy 1,35 - 52 lbs

Última edição por vnperuzzi : 09-03-2017 às 12:15 Motivo: Erro na descrição da corda utilizada.
vnperuzzi está offline   Responder com Quote
Antigo 01-09-2017, 15:24   #25
DuduFluzao
Membros
 
Data de Entrada: Mar 2015
Mensagens: 59
Padrão

Minha impressão inicial sobre a raquete não se manteve. Raquete muito dura. Vou tentar a yonex dr 98
DuduFluzao está offline   Responder com Quote
Antigo 02-09-2017, 1:40
marcelovb
Esta mensagem foi removida por marcelovb. Motivo: reescrevi
Antigo 02-09-2017, 2:11   #26
marcelovb
Membros
 
Data de Entrada: Apr 2013
Mensagens: 16
Padrão

Citação:
Postado originalmente por DuduFluzao Ver Mensagens
Minha impressão inicial sobre a raquete não se manteve. Raquete muito dura. Vou tentar a yonex dr 98
Olá, não sei se você já testou a DR98, se sim poderia me dar umas informações.

Gostou mais de qual? O que sentiu a respeito de conforto em relação a Pure Strike 16x19 Projet One7?

Eu estou usando a corda Luxilon Alu Power 125 com 50lb na DR98 e está rebentando meu cotovelo e punho, principalmente em saques que não pegam no sweetspot.

Antes jogava com uma Blade 98 16x19 2013 encordoada com Yonex Poly Tour Pro 125 com mesma libragem e não sentia nada.

Qualquer informação comparativa é válida, estou pensando em trocar para a Pure Strike 16x19 Projet One7.

Desde já obrigado.
marcelovb está offline   Responder com Quote
Antigo 02-09-2017, 7:57   #27
DuduFluzao
Membros
 
Data de Entrada: Mar 2015
Mensagens: 59
Padrão

Eu ainda não testei a yonex dr 98. Vou comprá -la nos próximos dias. Sobre a project one 7, é isso; raquete fácil de jogar, mas muito dura. Dr 98 é flexível. Se você está sentindo seu cotovelo com a yonex, não deve trocar de maneira alguma para a pure strike.
Citação:
Postado originalmente por marcelovb Ver Mensagens
Olá, não sei se você já testou a DR98, se sim poderia me dar umas informações.

Gostou mais de qual? O que sentiu a respeito de conforto em relação a Pure Strike 16x19 Projet One7?

Eu estou usando a corda Luxilon Alu Power 125 com 50lb na DR98 e está rebentando meu cotovelo e punho, principalmente em saques que não pegam no sweetspot.

Antes jogava com uma Blade 98 16x19 2013 encordoada com Yonex Poly Tour Pro 125 com mesma libragem e não sentia nada.

Qualquer informação comparativa é válida, estou pensando em trocar para a Pure Strike 16x19 Projet One7.

Desde já obrigado.
DuduFluzao está offline   Responder com Quote
Antigo 15-01-2018, 19:00   #28
pngodoy
Membros
 
Data de Entrada: Jan 2018
Mensagens: 10
Padrão

tenho uma pure strike 98 16x19, para o meu backhand de uma mão achei melhor até que a Pure Aero, porém no conjunto ainda utilizo a Pure Aero pela quantidade de Spin
__________________
Raquete: Babolat AeroPro Drive 2005, 337g encordoada, cola quente no cabo (5g) e lead tape em 12h (9g), equilíbrio 334mm
Corda: Babolat RPM Blast 1.25, 50lbs
Cushion grip: Babolat Syntec Pro
Over grip: Wilson Pro Branco
Antivibrador: Babolat Custom Damp Dampener Redondo e com Cápsula
pngodoy está offline   Responder com Quote
Antigo 25-01-2018, 23:31   #29
Antonelli
Membros
 
Data de Entrada: Oct 2016
Mensagens: 17
Padrão

Já eu estou querendo testar outras raquetes, uma delas é a Pure Strike 16x19, utilizo a DR 98 tem um ano e meio e até hoje não consegui me adaptar completamente, como o colega falou, gostei, mas não amei. Acho a DR 98 um pouco instável, difícil de ajustar o backhand, no meu caso de uma mão, slice mediano, dificuldade de gerar spin em bolas defensivas na corrida, entre outras peculiaridades. Engraçado que é uma raquete bastante elogiada, mas não combina muito com meu estilo de jogo pelo visto, procuro uma raquete mais rápida no manuseio e com um perfil mais rígido, o que complica é o leque grande de opções. No momento estou tentado em experimentar a Pure Strike ou partir para uma raquete de cabeça 100, uma bastante elogiada também é a Tecnifibre TFlash 300 PS, inclusive é a escolha atual do Chris do TWH, parece ser bastante confortável.
__________________
Yonex DR 98 - Solinco Hyper-G 16L - 53 lbs

Última edição por Antonelli : 25-01-2018 às 23:37
Antonelli está offline   Responder com Quote
Antigo 11-03-2018, 17:04   #30
rodrigolima
Membros
 
Data de Entrada: Mar 2018
Mensagens: 2
BRA

Citação:
Postado originalmente por ailtondefreitas Ver Mensagens
A Pure Strike 100 é surpreendentemente macia. Muito flexível.
Comprei duas Pure Strike por R$ 700,00 e ainda ganhei dois ternos de bolinhas babolat.

https://photos.app.goo.gl/xbvucy2C8GdzNIB03
rodrigolima está offline   Responder com Quote
Responder



« Tópico Anterior | Próximo Tópico »

Opções do Tópico
Modos de Exibição

Permissões
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is Ligado
Smilies estão Ligado
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado

Ir para...


Horários baseados na GMT -3. Agora são 0:14.


Powered by: vBulletin v3.8.4 Translated by Jab's & fparker
Revision by beduino
Copyright ©2000 - 2018, Jelsoft Enterprises Ltd.