Voltar   Forum Tenis News > Circuito do Tênis > Historia do Tênis > Jogadores


Antigo 13-12-2008, 22:18   #21
Jean Kanzler
Membro Vip
 
Avatar de Jean Kanzler
 
Data de Entrada: May 2008
Local: Jaraguá do Sul - SC
Mensagens: 6.991
Enviar mensagem via MSN para Jean Kanzler
Padrão

e o próximo torneio do Thiago Alves é o aberto de São Paulo, torneio em que ele foi campeão em 2008.

http://forum.tenisnews.com.br/showthread.php?t=2763

bora Alves!
Jean Kanzler está offline   Responder com Quote
Antigo 14-12-2008, 9:45   #22
Milton
Membros

 
Avatar de Milton
 
Data de Entrada: Nov 2007
Local: João Pessoa - PB
Mensagens: 9.748
Padrão

Campanha em 2008

Singles
Challenger W: Sao Paulo-1 F: Segovia, Aracaju SF: Humacao, Carson, Cordenons QF: Tallahassee, Milan, Manta, Florianopolis II, Medellin

Doubles
Challenger F: Guayaquil(w/Hocevar), Aracaju(w/Souza) SF: Medellin(w/Hocevar)

Ranking

Simples

31 de Dezembro de 2007: 383
8 de Dezembro de 2008: 113

Duplas
31 de Dezembro de 2007: 440
8 de Dezembro de 2008: 301

Alves tem a defender 442 pontos em 209 referente a 2008!!!

Última edição por Milton : 14-12-2008 às 10:34
Milton está offline   Responder com Quote
Antigo 14-12-2008, 11:54   #23
Jean Kanzler
Membro Vip
 
Avatar de Jean Kanzler
 
Data de Entrada: May 2008
Local: Jaraguá do Sul - SC
Mensagens: 6.991
Enviar mensagem via MSN para Jean Kanzler
Padrão

Thiago Alves, convicto: "Não atingi meu auge"

O paulista Thiago Alves iniciou a temporada desacreditado e com o futuro completamente indefinido. Entretanto, o tenista de São José do Rio Preto demonstrou enorme força de vontade, colocou a cabeça no lugar e já é o número 3 do País, muito próximo de alcançar o top 100 novamente. Como ele mesmo enfatiza, os altos e baixos na carreira o atrapalharam demais, porém, mais preparado, garante não mais temer uma eventual queda de rendimento.

A trajetória de Thiago é cheia de altos e baixos. Após um 2006 promissor – chegou ao 95º posto do ranking de entradas, com direito a segunda rodada no US Open -, ele se perdeu com problemas pessoais e acabou ficando sem motivação para se firmar na temporada seguinte. A opção por treinar em Florianópolis foi equivocada, assim como a escolha do calendário. De promessa, virou uma decepção.

O equilíbrio, a dedicação e a mudança para São Paulo no final de 2007 foram os responsáveis pelo crescimento do brasileiro. Depois de contar com o apoio do competente treinador Carlos Albano durante o pior período da vida - quando sofreu derrotas inacreditáveis em futures e quase saiu do top 400 - ele passou a desfrutar de excelente estrutura, com médico, preparador físico, e lugar para treinar duro.

A reviravolta começou nas quadras do Parque Villa Lobos, em janeiro. Com campanha brilhante vinda desde o qualifying, Thiago faturou seu maior troféu. E será no challenger paulista que ele iniciará 2009, no próximo dia 5. “Esse ano vou começar no Aberto de São Paulo. Havia a possibilidade de disputar Chennai, mas foi lá onde tudo começou a dar errado em 2007. E eu preciso defender o título. É um torneio em que me sinto muito bem, ajuda até na preparação, sem ter de viajar e é um lugar que consigo bons resultados”.

Thiago garante não estar abaixo dos atuais destaques brasileiros, o jovem Thomaz Bellucci e o experiente Marcos Daniel, e sonha alto, afirmando estar preparado para encarar o circuito de torneios da ATP. Depois de dar trabalho para o suíço Roger Federer em Nova York, ele ainda “ganhou” um prêmio extra, ao ser convocado para a série contra a Croácia pela Copa Davis.

Ele não descarta também se aventurar na Oceania e jogar o qualifying do Aberto da Austrália. O curto espaço de tempo entre ambos, entretanto, é um empecilho. “Depois vamos ver o que fazer. Talvez eu vá para o Equador (disputar o forte challenger de Salinas)”, disse o companheiro de treinamentos de Ricardo Hocevar, com quem quer viajar junto.

O circuito de torneios da ATP é algo que não é tabu para o atleta de 26 anos. Enfático, pretende sim enfrentar jogadores fortes, amparado pelos bons resultados em 2008. “Com certeza estou no nível de jogar ATP, e se for em quadra dura tenho condições de obter grandes resultados. Devo ir para a África do Sul (competição que estréia neste ano, em fevereiro). Não temo encarar caras com ranking alto”.

Ranking, aliás, é assunto que não preocupa o focado Thiago. Resta a dúvida se um tropeço no Aberto de São Paulo pode minar sua confiança. “Estou preparado (para levar um tombo), a cabeça está muito melhor. Não tenho de pensar em derrotas, ou defender pontos. Não defendo quase nada. Preciso focar em jogar bem. Eu estou em 113, se eu perder vou pra 140, mais ou menos”.

O discurso confiante só muda um pouco o tom quando ele admite que “pisou na bola” e comprometeu anos promissores. “Eu tive muitos problemas na minha carreira, sempre fui muito instável. Sofri com lesões, operei o ombro, fiquei um ano parado. Perdi o controle em um momento, tinha feito a pré-temporada em Florianópolis em 2007, infelizmente não funcionou. Nem em future eu estava conseguindo jogar. Mas aprendi muita coisa”.

O retorno para São Paulo rendeu frutos imediatos e a felicidade é evidente no rosto do jogador. “Decidi vir pra São Paulo no final do ano e acabei me estruturando novamente com a ajuda do Carlão (Carlos Albano). O principal motivo de ter retornado foi essa estrutura, sempre fui um cara que trabalhou muito duro e essa força de vontade pesou para que eu me recuperasse”. Além de ganhar no Villa Lobos, ele foi vice em Segóvia e em Aracaju.

Mesmo com tantos reveses, Thiago acredita demais no seu potencial. Rechaça com veemência o estilo daqueles que apenas passam a bola de um lado para o outro e diz que seu auge ainda está por vir. “Acho que nível pra jogar entre os top 100, torneios grandes, eu tenho. Não me sinto um cara que chegou no auge. Ainda tenho mais pra alcançar”.

Por se incluir no grupo de jogadores que primam mais pela agressividade do que pela paciência, o paulista aponta a nova ordem mundial do tênis como um de seus trunfos. “Hoje em dia os pontos são decididos em dois tiros. E estou nesse caminho, nessa tendência. Saco bem, minha devolução melhorou demais e minha direita é o meu grande golpe”, analisa.

Ainda bastante crítico com o próprio estilo, Thiago é direto ao apontar o que um jogador profissional precisa para ser um top. “O tenista precisa estar em evolução o tempo inteiro, sempre acho que falta tudo na parte técnica. Preciso ganhar peso de bola no saibro. Preciso de profundidade, não jogo da maneira que eu gosto, utilizando mais efeito, acaba me desgastando mentalmente”.

Ele, inclusive, culpa suas deficiências no saibro pela queda de rendimento na reta final da temporada. “Estava cansado no final do ano e deveria ter ido jogar onde eu teria mais chances. Acabei escolhendo eventos no saibro, preciso fazer muita força (na superfície) e já tinha sofrido um desgaste grande. O saibro me exige muito, tanto na parte física quanto na mental. Os torneios de quadra dura eram muito longes, na Ásia, optei por ficar aqui”.

Obviamente o adiamento do sonho de pertencer novamente ao top 100 deixou o brasileiro incomodado. “Não fiquei completamente satisfeito, minha intenção era ter terminado entre os 100 melhores do mundo. Mas acho que nunca devemos ficar 100% satisfeitos, sempre é preciso buscar um algo mais, e tive um ano excelente, poucas pessoas acreditavam que eu ia chegar aonde cheguei. Sei da minha capacidade, mas gostaria de ter alcançado um pouco mais”.

O efeito Federer e a renovação na Davis

Thiago protagonizou uma partida de altíssimo nível no US Open, ao vender caro a derrota para o suíço Roger Federer na segunda rodada. Mesmo eliminado, ele comemorou o bom desempenho e, claro, não poupou elogios ao rival famoso. “Cheguei cansado contra o Federer, estava sentindo dores. Não digo que o placar (6/3, 7/5 e 6/4) seria diferente, mas talvez eu tivesse desfrutado um pouco mais. Ele é um excelente profissional, me respeitou o tempo todo. Foi uma experiência ótima, entrei de cabeça erguida, lutei, agüentei o tempo inteiro. Estou preparado para jogar contra qualquer cara no piso rápido”.

O bom desempenho nas quadras de Flushing Meadows rendeu um convite para disputar a Copa Davis. O Brasil foi bem, mas acabou sucumbindo fora de casa, contra tenistas de melhor ranking. “Foi especial. Tivemos um pouco de azar, perdemos muito nos tiebreaks. Um pouquinho de sorte ajudaria. Minha convocação foi bacana, porque podemos variar de acordo com o piso. Esse revezamento é importante, o Daniel é o nosso melhor no saibro, e talvez, na quadra dura eu e o Bellucci nos destacamos um pouco mais”.

Após críticas, elogios à CBT

Thiago admite que sempre falou o que passa pela cabeça. Antes um contumaz crítico da Confederação Brasileira de Tênis, ele faz questão de ressaltar os avanços atingidos pela entidade. “A gente compara o final de 2007 e 2008, não tem nem o que falar. A CBT está realizando um trabalho muito legal com o Jorge (Larcerda da Rosa, presidente). A CBT não fazia nada há alguns anos e eu critiquei na época, não medi as palavras. Precisamos dar valor a isso e uma coisa puxa a outra. Bellucci e Daniel subiram, eu também. Tem bastante gente nova se destacando”.



Por Breno Menezes (Tenis Brasil)
Jean Kanzler está offline   Responder com Quote
Antigo 14-12-2008, 12:13   #24
Jean Kanzler
Membro Vip
 
Avatar de Jean Kanzler
 
Data de Entrada: May 2008
Local: Jaraguá do Sul - SC
Mensagens: 6.991
Enviar mensagem via MSN para Jean Kanzler
Padrão

putz muito bom!
vou destacar algumas palavras do Thiago:

“Com certeza estou no nível de jogar ATP, e se for em quadra dura tenho condições de obter grandes resultados. Não temo encarar caras com ranking alto”.

“Decidi vir pra São Paulo no final do ano e acabei me estruturando novamente com a ajuda do Carlão (Carlos Albano).

“Acho que nível pra jogar entre os top 100, torneios grandes, eu tenho. Não me sinto um cara que chegou no auge. Ainda tenho mais pra alcançar”.

“Hoje em dia os pontos são decididos em dois tiros. E estou nesse caminho, nessa tendência. Saco bem, minha devolução melhorou demais e minha direita é o meu grande golpe”, analisa.

"O saibro me exige muito, tanto na parte física quanto na mental".

"Estou preparado para jogar contra qualquer cara no piso rápido”.

"Daniel é o nosso melhor no saibro, e talvez, na quadra dura eu e o Bellucci nos destacamos um pouco mais”.





Jean Kanzler está offline   Responder com Quote
Antigo 14-12-2008, 15:50   #25
Jader Magri
Membro Vip
 
Avatar de Jader Magri
 
Data de Entrada: Nov 2007
Local: Americana - SP
Mensagens: 29.154
Padrão

Bom, ver o Thiago Alves com toda essa confiança demonstra que em 2009 ele entrará com tudo em busca do top 100, quando ele diz que é o melhor na rápida eu concordo, já no saibro acho que Daniel divide com Bellucci, que ainda vai melhorar e ser o melhor do país no pó-de-tijolo isoladamente...
__________________
---


"O Respeito que impomos define o que somos!" - Independente
Jader Magri está offline   Responder com Quote
Antigo 04-01-2009, 16:24   #26
Jader Magri
Membro Vip
 
Avatar de Jader Magri
 
Data de Entrada: Nov 2007
Local: Americana - SP
Mensagens: 29.154
Padrão

Thiago Alves entra sem pressão para defender o título em SP

Há 12 meses, Thiago Alves passava por um momento complicado em sua carreira. Estava fora do top 300 e precisou disputar o qualy para entrar na chave do challenger de São Paulo. O esforço valeu a pena. Bateu Marcos Daniel e Thomaz Bellucci antes de superar o argentino Carlos Berlocq na final. Agora, em 2009, o terceiro melhor brasileiro no ranking da ATP diz que entrará em quadra sem pressão para defender o título.

"Não muda muito para mim", diz quando questionado sobre os pontos do título conquistados no ano passado. "Você sempre vai ter que defender pontos. Isso signfica que você está jogando bem."

Na primeira rodada, o número 113 do mundo enfrentará um jogador vindo do qualyfying. Para Alves, isto não muda sua maneira de atuar, pois pode enfrentar alguém com ritmo ou cansado, já que muitos dos jogadores inscritos no classificatório participaram do future realizado no Parque Vilas Lobos na semana passada.

"Para mim será um jogo diferente. Estou sem competir há dois meses e é algo que sinto falta", afirmou. Seu último jogo pelo circuito aconteceu em novembro de 2008, quando perdeu nas quartas-de-final do challenger de Medellin, Colômbia, para o compatriota João Souza, o Feijão.

Outro razão que tranquiliza Alves antes da estréia é sua confiança na pré-temporada. Ele treinou em São Paulo com Bellucci, Ricardo Hocevar e Ricardo Mello e garante que o mês de treinamento foi muito positivo para todos. "Foi um período de treinos intensos. Cada um puxava o outro. E acredito que isto fará a diferença aqui em São Paulo."

Depois de atuar na capital paulistana, o brasileiro segue para a disputa no challenger de Salinas, Equador. Em seguida, não sabe se joga em Iquique, Chile, pois o evento acontece no saibro. Alves pode utilizar a semana para se preparar para o ATP de Johannesburgo, torneio em que tem vaga garantida na chave principal. Após o evento sul-africano, voltará ao Brasil para jogar na Costa do Sauípe.


Tênis News
__________________
---


"O Respeito que impomos define o que somos!" - Independente
Jader Magri está offline   Responder com Quote
Antigo 04-01-2009, 16:27   #27
Jader Magri
Membro Vip
 
Avatar de Jader Magri
 
Data de Entrada: Nov 2007
Local: Americana - SP
Mensagens: 29.154
Padrão

Estou ancioso para ver Thiago Alves nessa temporada ele está confiante e fez uma pré-temporada com jogadores do seu nível, o Bellucci, Hocevar e Mello, o que é bom para troca de experiência e tudo mais, e vemos sua cabeça no lugar, sabendo que não é obrigação jogar pensando nos pontos que têm à defender, é ir com naturalidade que as coisas virão. E um detalhe é que ele não sabe ainda se joga em Iquique.
__________________
---


"O Respeito que impomos define o que somos!" - Independente
Jader Magri está offline   Responder com Quote
Antigo 04-01-2009, 21:30   #28
Milton
Membros

 
Avatar de Milton
 
Data de Entrada: Nov 2007
Local: João Pessoa - PB
Mensagens: 9.748
Padrão

Bom o Thiago ñ está nervoso para defendr os pontos, e em relação em Iquique eu aco bom ele ir jogar, mas agora com essa nova mudança de pontuação!!!
__________________
Milton está offline   Responder com Quote
Antigo 05-11-2009, 12:44   #29
Milton
Membros

 
Avatar de Milton
 
Data de Entrada: Nov 2007
Local: João Pessoa - PB
Mensagens: 9.748
Padrão

Thiago encerra o ano!!!

Ele descansa por duas semanas antes de começar a fazer sua pré-temporada. Ele treinará por seis semanas antes de voltar a competir no início de 2010. "Irei ficar com minha família, revigorar as energias e voltar com todo gás em 2010. Vai ser bom ficar um pouco em Rio Preto", afirmou o tenista.
__________________
Milton está offline   Responder com Quote
Antigo 23-12-2009, 12:48   #30
Milton
Membros

 
Avatar de Milton
 
Data de Entrada: Nov 2007
Local: João Pessoa - PB
Mensagens: 9.748
Padrão

Thiago Alves sonha com o bi no Aberto de SP

"Na verdade, seria o terceiro, pois venci o Carlos Berlocq (argentino) em 2008, mas em 2006 fui campeão em duplas ao lado do Flávio Saretta. No mesmo ano, fui vice-campeão de simples. Ninguém presta muita atenção nas duplas, mas eu também já tenho esse troféu", disse.

Alves lembra com muito carinho da sua conquista em 2008. "Foi uma pauleira. Meu ranking não era bom e tive que jogar o qualifying para me classificar à chave principal. De qualquer forma, foi um momento muito marcante na minha carreira", afirmou.

"Espero manter consistência e ritmo do início ao fim. A torcida sempre me apóia muito aqui e isso é um fator decisivo", explica.
__________________
Milton está offline   Responder com Quote
Responder



« Tópico Anterior | Próximo Tópico »

Opções do Tópico
Modos de Exibição

Permissões
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is Ligado
Smilies estão Ligado
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado

Ir para...


Horários baseados na GMT -3. Agora são 2:59.


Powered by: vBulletin v3.8.4 Translated by Jab's & fparker
Revision by beduino
Copyright ©2000 - 2018, Jelsoft Enterprises Ltd.