X

Perfil Júlio Silva

Segunda, 06 de agosto 2007 às 15:42:22 BRT

Link Curto: http://bit.ly/1NlXj3k

Julio Silva - Bogotá
Data Nascimento: 01/07/1979
Local Nascimento: Jundiaí, Brasil
Onde Mora: Jundiaí, Brasil
Altura: 1,72m
Peso: 69kg
Empunhadura: Destro
Profissional desde: 1999
Melhor ranking: 144º (16/11/2009)
Melhor ranking de duplas: 132º (28/09/2009)

Carreira:

Desempenho Nível ATP: 3 vitórias 10 derrotas
Títulos Simples: -
Títulos Duplas: -
Premiação Total: $531,580

Temporada 2013:

10 jogos - 4 Vitórias - 6 Derrotas

Títulos (0): -
Finais (0): -
Semis (0): -


Temporada 2011:

43 jogos - 29 vitórias, 14 derrotas

Títulos (2): Brasil F13, CH de Belo Horizonte (BRA), Brasil F33
Finais (0): -
Semis (2): CH de Recife (BRA), Brasil F22




Temporada 2010

48 jogos - 28 vitórias, 20 derrotas

Titulo: Brasil F23; Final: CH de Cali (COL); Semi: CH de Blumenau (BRA), Brasil F9, Brasil F16;

Resultados Silva em 2010 Temporada 2009:

Temporada 2009:

66 jogos - 43 vitórias, 23 derrotas

Títulos: Belo Horizonte
Semifinal: Sevilla (Espanha) e Buenos Aires (Argentina); Quartas: São Paulo

Resultados Julio Silva 2009

Temporada 2008:

39 jogos - 18 vitórias / 21 derrotas

Melhores Resultados:

Títulos: Brasil F27, Brasil F28
Quartas: Florianópolis-1, Florianópolis-2

Temporada 2007:

Simples

47 jogos - 23 vitórias 24 derrotas
Final: 2 (Zagreb, Poznan)
Semi: 1 (Ostrava)
Quartas: 1 (Karlshure)

Duplas:
Semis: 3 (Trani, Salinas, Zagreb)

Resultados 2007

Nascido em 1o. de julho de 1979, Júlio Silva é um grande exemplo de dedicação e força de vontade. Vindo de família pobre e com poucas perspectivas de vida, o tenista de Jundiaí, que completou nesta temporada 28 anos, luta para se manter entre os 200 melhores do mundo.

Com 1,72m e 69kg, Julinho, como é carinhosamente chamado, não é dos mais talentosos, mas sua garra e esforço em quadra compensam. É um dos brasileiros com maior destaque na temporada, atingindo duas finais de challengers em Zagreb (Croácia) e Poznan (Polônia). Ele está perto de obter seu melhor ranking na carreira, 155o. Conquistado em novembro de 2005.

Em todo seu currículo, Julinho faturou dois títulos nível challengers, em Gramado 2003 e Santiago 2005 e mais oito futures e disputou a chave principal de Roland Garros no ano passado após furar o quali. Jogou apenas dois jogos de Copa Davis contra o Paraguai em 2004 em meio ao boicote liderado por Gustavo Kuerten por conta de problemas na confederação nacional. Perdeu o primeiro para Ramon Delgado e venceu o segundo.

Atualmente treina na academia Big Ball em São Paulo.